O que me faz agir


Recebo, diariamente, muitas mensagens no meu instagram de pessoas dizendo que não conseguem se motivar, não conseguem manter o foco, não encontram forças para bater suas metas... com isso na cabeça, resolvi falar um pouco sobre a motivação.


Motivação, nada mais é do que o MOTIVO que te leva à AÇÃO. Aquilo que te faz agir. Não se enganem pela vitrine das redes sociais - grande parte das coisas que vemos concretizadas por aí não foram consolidadas por conta da motivação, mas sim, da disciplina e responsabilidade para com os seus objetivos.


Explico. A sua motivação para trabalhar é ganhar dinheiro. A razão (MOTIVO) pela qual você vai trabalhar é GANHAR DINHEIRO, e o GANHAR DINHEIRO é que é a ação que você tem que relacionar com o seu motivo. Logo, o trabalhar é um meio para um fim, ele não é a ação principal.

Agora, digamos que você queira emagrecer (e vou usar isso como exemplo, porque acredito que isso é algo que muitas pessoas conseguem se relacionar). A razão (motivo) pela qual você quer emagrecer é perder peso (AÇÃO). Mas é dificil de entender porque para cumprir a sua ação, você tem que concluir OUTRAS AÇÕES INTERMEDIÁRIAS.


Você se torna desmotivado quando você esquece o que motivou a ação que você está fazendo agora. Somos seres imediatistas, queremos tudo para ontem, então é difícil entender um motivo que só sera concluído a longo prazo.


É por isso que dentro da organização falamos muito sobre Projetos. O seu projeto é a sua ação final, é aquilo que você vai concluir depois que você já tiver passado por todas as etapas (tarefas, vulgo, pequenas ações) que você tem que passar.


Então, se voltamos ao exemplo do trabalho: você normalmente precisa trabalhar x horas para ganhar x dinheiro. Normalmente, você trabalha muitos dias para receber o seu salário. Ele não vem de imediato, mas você sabe que se não trabalhar todos os dias, ele não vem. Você pode querer ganhar dinheiro por diversos motivos, mas se você é assalariado, você sabe que tem que cumprir a sua carga horária para que outra pessoa possa te pagar. É um contrato.


Algumas pessoas não coseguem ter o mesmo nível de responsabilidade consigo mesmas que elas tem com outra pessoas. Raramente uma pessoa que não tem disciplina, e a disciplina vem de você entender as suas responsabilidades e que não importa se você QUER ou não fazer algo, ele terá de ser feito, conseguiria trabalhar para si mesma, por exemplo. Ela não conseguiria aprender sozinha, ela não conseguiria fazer nada sem que alguém a cobrasse.


Agora eu te pergunto: você não deveria ser a pessoa que mais cobra de si mesma? E eu não digo isso no sentido de ser a pessoa que mais se julga, que acha que nada nunca está bom, eu digo isso no sentido de sempre querer aquilo que é melhor para você. Essa é também a característica das pessoas pró-ativas, que vão e fazem, aprendem na marra.

Esperar uma força mágica para cumprir as coisas vai te fazer limitado em muitas questões, porque essa força não existe. Existe apenas você e a opção de fazer ou não aquilo que você quer.


Para mim, eu entendo que tudo, tudo é uma opção. Se quero furar o treino da academia eu penso "eu estou ESCOLHENDO furar esse treino. Essa é minha ESCOLHA. Eu estou ativamente escolhendo isso sabendo que não é benéfico para mim" e aí, acabo indo, porque também sei que se fosse um amigo me falando que não iria, eu tentaria a todo custo ajuda-lo a manter sua meta.


Eu não tenho a resposta de COMO, exatamente, você vai conseguir entender, mas quando você consegue, tudo fica mais fácil. As vezes, a razão pela qual você está tentando cumprir aquela ação não é forte o suficiente para que você gaste o seu tempo com ela. Aí, vale repensar as suas escolhas e as suas metas e se, onde você está, é suficiente para você.

67 visualizações

RECEBA AS NOVIDADES

  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon

© 2018 por Andressa Caggiano. Orgulhosamente criado com Wix.com